9 de maio de 2017

O Todo


Arte Alquímica - Foerster, Chemical Wedding,2006

O todo engloba duas frequências básicas, denominadas pelos chineses, a exemplo, de yin yang. Claro e escuro, côncavo e convexo, até o próprio sistema binário que opera todos os computadores. No mundo transcendental, tudo isso se divide em apenas dois aspectos: a energia visível, material e mundana e a energia éter, invisível e espiritual. Esse é o Todo, o superior espiritual; o puro. Quando um ser reconhece isso, encontra-se num estado muito grande de constante paz.

O ser humano está aqui justamente para isso: nosso desafio é enxergar o outro lado. Veio de outra dimensão anterior, mais telúrica e agora experimenta este planeta, a dimensão presente, preparando-se para a futura, extremamente éter e espiritual. No próximo post digo como isto pode ser feito, relatando minha atual experiência.

Nós somos o futuro de outro tempo, no qual habitávamos outro planeta e outros corpos. Éramos primatas de corpo e alma - apenas um princípio inteligente. Nosso presente é o futuro deles. É tudo questão de tempo-espaço. Em nosso futuro, como seres evoluídos, conseguimos nos ver como passado, porém não conseguimos ver-mo-nos como estes seres evoluídos, já que estão no futuro. E é este é o desafio: elevar-se, estar preparado para o futuro. A meditação ajuda muito nesse processo de evolução, pois nos coloca em contato com a dimensão éter.

As plantas e os animais são genuinamente terráqueos. Por isso também podem nos ensinar muito sobre a Terra e nossa evolução ao nos conectarmos. Vale ressaltar que o cogumelo pode ser mais um extraterreno aqui, pois resiste até mesmo à radiação solar - além de fazer parte de um reino único, diferente do plantae e do animalia.

Enfim, devemos ter a consciência de que estamos evoluindo para o todo. É somente através dessa busca que chegaremos ao futuro. E é esta a missão do momento: encontrar a verdade universal através do conhecimento do eu, conhecimento do mundo e conhecimento da transcendência, para, assim, conhecer o todo; e com ele, a paz eterna.

0 comentários: