5 de novembro de 2015

A vida é uma Cadeia Alimentar

Meu... esse é, definitivamente, um dos episódios mais ABSURDOS de lindos, se não o mais genial, deste desenho que tanto amo: Hora de Aventura! Nele fica claro que a vida em si não passa de uma (linda, foda, complexa e infinita) cadeia alimentar. Até a busca do nosso amor faz parte do nosso processo de sobrevivência, mas não é por isso, que deixa de ser fascinante, e até mesmo romântico e milagroso.
E olha como os caras conseguem mostrar lindamente como esse amor entra na manutenção da vida, dentro desse processo alimentar, de maneira sutil, como fazia o próprio Schopenhauer, com sua "frieza" ao falar do amor, ou na própria "Metafísica do Belo"... Aliás, nunca acreditei que Schopenhauer tenha sido frio, é o que eu sempre digo.... a magia e a ciência são a mesma coisa. Saber descrever é o segredo. Algébrico! rs
No final, o capítulo ainda mostra que no meio dessa nossa vidinha (no bom sentido da palavra) ainda estamos sendo devorados pelo processo orgânico e cruel - os pássaros ali, o sistema aqui, mas enfim, dentro das devidas proporções da cadeia alimentar. E a vida segue cumprindo seu papel, humanos! Estamos agindo como qualquer outro ser vivo do universo, exatamente como nosso instinto natural de perpetuação manda!
E quem disse que mesmo diante desse cataclismo, tudo perde a beleza?
Adoro viajar nisso 


0 comentários: