12 de junho de 2012

Human Element




Somos uma mistura de ingredientes éteres, com ingredientes densos. Parte inteligente, parte bestial (no bom sentido da palavra). Parte intelecto, parte corpo. Parte físico, parte mental. O telúrico, sólido, também é divino, mas falível, razão pela qual, não vale a pena se apegar a ele, mas, em contrapartida, deve-se dar o melhor de si para vivê-lo, a cada segundo.

A existência é divina por si só. Já diziam os alquimistas: o homem está no meio da serpente cósmica urubouros. Bem como já diziam os cientistas: o ser humano está no meio de todas as escalas de tamanho descobertas por ele mesmo e, "incrivelmente", no meio, também, da escala de tempo por ele demarcada, através da fórmula que calcula a formação do Sistema Solar. Somos o meio, a transição do estagio material para o estagio mental ou, mistificamente falando, o espiritual. A forma como você vivencia e percebe isso dependerá da sua racionalidade e do seu equilibrio. Da sua consciência. Deguste a existência.

0 comentários: