28 de novembro de 2011

Cultura de Massa (Capital-Industrial)

As mudanças dos hábitos culturais propícios de um povo se deram com a chegada da industrialização, mas acima disto, com o surgimento do capital. A cultura original de uma massa compromete-se conforme a história do comércio se movimenta e evolui, já que as ferramentas de influência de tornam cada vez mais fortes, potentes e eficazes e o estilo de vida, mais enraizado, onde os filhos já nascem dentro do sistema que os pais aprenderam a viver, encarando aquilo como realidade absoluta; os tipos mais comuns de meios de comunicação em massa, hoje, são: televisão, internet, rádio, jornal, etc.

A cultura contemporânea de grande massa é produto da influência capital-midiática (onde a mídia se torna o meio de indução capitalista). Ainda nos tempos atuais, o meio de comunicação que mais pode nos influenciar é a televisão, através de novelas, propagandas, programas, realy shows, nos passa um comando daquilo que um determinado grupo faz, do que esta “na moda” ou que “o que os ‘melhores’ ou mais famosos fazem” ou “qual programa que todos assistem”, e a partir disso, somos influenciados conscientemente ou inconscientemente a comprar determinado produto, agir de uma determinada maneira, comer aquilo que “eles” querem, e até mesmo se divertir de uma maneira específica. A internet pode ser considerada o segundo meio mais influente, pois dissemina os modos impostos pela TV, através do próprio usuário influenciado (como uma espécie de marketing viral).

A necessidade de estar em um grupo fica cada vez mais evidente conforme a Cultura da massa é moldada, já que a influência da indústria capital individualiza os seres (pagodeiros ou roqueiros, pobres ou ricos, bonitos e feios, etc). O indivíduo precisa se reafirmar de alguma maneira perante as pessoas, caso contrário, não é reconhecido de nenhuma maneira. A alienação é quando essa necessidade passa a fazer parte do modo de vida da pessoa, sem que ela se dê conta disso. Ela passa a fazer parte daquele universo e perde o senso crítico, aceitando a tudo o que lhe é oferecido.

0 comentários: