30 de julho de 2010

A democracia na Réplica do Mundo Real

Há tempos remotos o homem caminha pela Terra, nutrindo gostos, interesses e crenças diferentes de acordo com seus costumes. São estes modos que delimitam as características de uma tribo ou, atualmente, sociedade. Entretanto, com a chegada da tecnologia, os meios eletrônicos e digitais interferem inevitavelmente na forma de viver da humanidade e apenas o modo de educar não são mais suficientes para que consigamos nos organizar de maneira adequada. Antes, nossos hábitos educavam nossas crianças, hoje, elas buscam aonde tomar inspiração.

Na internet, a informação é muito mais acessível e há um problema muito grande em relação à isso. Primeiro, a falta de capacidade em discernir as informações que são recebidas, fazendo com que muitos apenas aceitem as normas impostas pela mídia, sem poder de percepção – tem-se uma postura totalmente passiva em relação as informações que vêm “de cima” – segundo que, de forma assombrosa, destrói-se o tempo certo que cada ser humano possui, já que certas conhecimentos chegam bruscamente, sem bater à porta, interferindo no crescimento individual das idéias.

Se a televisão já influenciava diretamente neste contexto, a internet é o próprio molde a ser vivido. Não somos simplesmente influenciados, mas vivenciamos o protótipo sugerido. Sendo assim, devemos nos atentar ao máximo em relação ao que somos expostos e olhar por nossas crianças, para que tomem o mesmo cuidado num futuro. A web é uma réplica do mundo real, onde nos comunicamos, participamos de círculos sociais e partilhamos interesses diversos; ora, se seus pais não te deixam ir a um lugar perigoso, também devem olhar quais sites acessas. A dificuldade é que na internet tudo é mais rápido e fácil. Enquanto em nosso mundo precisamos comprar um bilhete para ir à França, podemos fazer isso com um click em sites como o Google. Por isto, ao passo que as coisas online são bem mais rápidas, devemos ter o dobro de cuidado em relação aonde um menor de idade navega. O Supervisor de Conteúdo é uma boa forma de controle para que seja possível controlar certas informações até que o indivíduo esteja pronto pra recebê-la. Uma ferramenta feita para controlar os conteúdos que o computador pode acessar funciona como as Classificações Etárias que vemos na TV, até mais eficaz.

Se houver negligência de nossa parte para com as crianças, colocaremos em risco nossa liberdade de expressão. Todos temos direitos, mas tudo tem seu tempo certo. Certas lições existem na vida para que nós não deixemos de fazer o que temos vontade, mas respeitando o espaço, o desenvolvimento intelectual do outro. Para que não deixemos de tomar nossas decisões e atitudes, devemos fazer com que elas não interfiram no aprendizado dos pequenos. Assim, haverá espaços adequados para o tempo certo de cada um, sem que precisemos entrar em uma ditadura moral. Nós devemos nos responsabilizar que cada coisa tem seu lugar, afinal, um adulto sabe o que é sarcasmo, humor ou novela, já uma criança não consegue diferenciar tais práticas.

3 comentários:

CELSO MATHIAS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CELSO MATHIAS disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CELSO MATHIAS disse...

Depois vc lê no seu email o post removido. Achei muito grande...RSRSRS
BJS!!!