10 de agosto de 2009

Em busca da Sociedade perfeita.

...E eu continuo imaginando um mundo perfeito, rs. Pra tentar encontrar algum caminho, perguntei à Sócrates; e cheguei à Platão.

Platão segue o caminho oposto de Sócrates. Sua estrutura básica de como seria uma nação perfeita vem de fora para dentro, da sociedade para o indivíduo e não de indivíduo para a sociedade. Platão simplesmente pensava que, para haver igualdade, era necessário entender o que é ser ético para a maioria das pessoas e assim estabelecer um padrão de forma “democrática”, digamos assim.

Através da organização, Platão mostra a necessidade de se formar um sentido de Ética para haver respeito à todos, conseguinte da Justiça. Afinal, o que é bom para mim, não necessariamente é bom para você. Mas... Se vermos do ponto de vista de Sócrates, o Bem é uma única coisa, a humanidade é que ainda não soube enxergar. É exatamente por este motivo que o esquema ético de Platão pode ser uma boa idéia enquanto não conseguimos descobrir.

Muitos se identificam com esta implicação, isto porque, nos tempos de Platão, Atena passava por uma grande evolução estrutural, levando as pessoas à orientar-se para uma sociedade estável, tendendo à perfeição. Creio que sofremos as influências destes pensamentos até os dias de hoje.

A base da reforma democrática sugerida por Platão para construir a sociedade perfeita, pulveriza uma "timocracia do espírito", como dizem os livros de filosofia, onde governantes são os melhores dentre todos os homens de seu tempo no que diz respeito à intelecto, conhecimento, sabedoria e até mesmo espiritualidade. Seres "elevados", digamos. Vejam que semelhança, embora não seja exatamente desta forma. Platão também defendia o fato de que as famílias não se formassem debaixo do mesmo teto, assegurando que seriam cuidadas pelo governo, para que nos tornássemos mais "irmãos". Além disso, mercadores e agricultores seriam apenas para servir os que fazem parte da sociedade, tendo o livre direito de exclusivamente produzir, sem o direito do poder político; ou seja, possuíam uma única função.

Na concepção de Platão é preciso, para as nações, uma grande reforma social, política e econômica; por um lado que desprende do material, sem luxo, mas por outro, com uma disciplina extremamente rígida, parecendo-me um baixo comunismo, pois classifica pessoas por grupos.

Tanta rigidez pode corroer a identidade de uma sociedade, porém, a idéia da existência de um princípio ético é fundamental para uma sociedade que não sabe o que é o bem.

4 comentários:

Heloisa Ikeda disse...

Interessante...
Acho que se disciplina rigida resolvesse o problema da sociedade nós já estariamos bem melhor do que agora. O problema é que o homem simplesmente não gosta de seguir ordens, e simplesmente não as faz.
O ideal seria que exercessimos a nossa liberdade, sem ferir a dos outros... mas isso é mais dificil de entender do que o significado do bem ¬¬'

bjs

André Aguiar disse...

Não concordo que disciplina rígida melhorariam uma sociedade , já passamos por tantos e tantos governos autoritários e rígidos que na minha cabeça seria um tiro no pé como sempre foi. Mas concordo que uma sociedade deveria ser estruturada de fora para dentro e fazer que essa sociedade tenha ética e seja mais justa e os indivíduos respeitando a liberdade do próximo para poder ter a sua ” respeita e serás respeitado”
Belo texto e ótimo assunto a ser discutido.
Tenha uma boa semana!!

CELSO MATHIAS disse...

Estamos em um processo de evolução moral em busca da felicidade. Não a felicidade utópica dos hippies, mas uma felicidade concreta de ações do bem proceder.
Qualquer rigidez é uma forma ditatorial de proceder. O bem tem que ser proposto de dentro para fora e só com o conhecimento disso é que se pode mudar. O mundo está em profundas mudanças para a evolução do bem, o problema é que esses atos não vendem matéria em jornais e TV, por isso não aparecem. A sociedade assim como o indivíduo ao longo de 2.000 anos têm se mostrado em evolução constante para o bem proceder e para uma sociedade justa. Vide os protestos do mundo aos ataques terroristas e práticas fundamentalistas que antes eram tidas como aceitas e hoje o mundo começa a ver que não são certas.
------------
Bom, as minhas férias foram só do blog mesmo! Deixo pra tirar férias em Dezembro ou Janeiro.
Gostei das suas fotos no orkut, bem legais!!BJS

mairus stanislawski disse...

E mais importante, para governantes que não sabem o que é o BEM. Infelizmente a democrasia é falha(sou apartidário, antes que me taxem de comunista). Pois é o homem quem vota, e ainda pior é a maioria deles que escolhe. E a maioria dos homens é apática e facilmente manipulável como vemos ao olhar pela janela. Então somos liderados pelos menos inteligentes, os menos iluminados, os menos valorosos, e enfim. Não sei resolver esse impasse.

Continuo tentando.